2000

Quantos anos tem o primeiro smartphone?

Sobre isso, há muitas discussões, já que são muitos os modelos que querem ter esse título. Além disso, a definição de smartphone deixa um leque de possibilidades em aberto. Mas esse não é o motivo desse post. O que queremos fazer aqui é uma volta ao passado, lembrando celulares que marcaram época.

Dessa vez, revisamos o ano 2000, onde os sistemas operacionais móveis que hoje dominam o mercado nem existiam, e os celulares só permitiam telefonar e enviar/receber mensagens. Mas são modelos simplesmente míticos.

 

Nokia 3310

nokia-3310

Essa lista não poderia começar com outro fabricante que não fosse da marca mais mítica e amada da história. Em 2000 foi o ano que a Nokia lançou um dos seus celulares mais vendidos (mais de 100 milhões de unidades), o Nokia 3310. Um modelo que foi o celular de toda a vida de muita gente.

O 3310 substituiu o 3210, com um design mais robusto. Entre suas novidades mais destacadas, trazia quatro jogos (a segunda versão do Snake, Pairs II, Space Impact e Bantumi), além de carcaças intercambiáveis e a possibilidade de mandar SMS com o triplo de caracteres que o habitual.

 

Siemens A36

siemens-a36

Ainda que tenha caído no esquecimento, naquela época eu vi muita gente levando um celular da Siemens no bolso. Um dos modelos mais conhecidos e vendidos pelos alemães foi o Siemens A36.

Com mais de 2 cm de espessura, o Siemens A36 contava com uma tela com resolução menor que o Nokia 3310 (88 x 48 pixels). Sua tela tinha três filas com 12 caracteres de exibição cada. O lado bom é que a bateria durava e muito nesse modelo.

 

Ericsson R380

ericson-r380

Hoje, as marcas que fabricam na Europa são mais ausentes no mercado. Mas em 2000, a sueca Ericsson era mais uma do Velho Continente que tinah uma série de celulares reconhecidos por muitos. como aqueles que tinham uma tampa sobre o teclado.

Para muitos, o Ericsson R380 é considerado o primeiro smartphone, por ser o primeiro Symbian da história, contando com uma tela touch escondida atrás do teclado tradicional, e diferentes aplicativos (nativos, não poderia instalar outros), permitindo inclusive acessar e-mails. Preço? US$ 700. O mesmo dos modelos top de hoje.

 

Trium Mondo

trium-mondo

Não é muito conhecido por aqui, mas leva o mérito por ser um dos primeiros a contar com tela touch e ser considerado um smartphone. O Trium Mondo é um celular que foi apresentado em janeiro de 2000, mas só pode ser adquirido em janeiro de 2001.

O dispositivo era um híbrido entre PDA e celular, que chamou a atenção de muita gente. O Symbian não era o único sistema operacional móvel da época, e o Trium Mondo contava com o Windows Pocket PC 2000. O modelo renunciava o teclado físico, com uma tela touch de 3.9 polegadas, que era capaz de exibir 16 tons de cores monocromáticas diferentes.

 

Alcatel One Touch 300

alcatel-one-touch-300

Outra europeia que esteve no bolso de muita gente no passado foi a Alcatel. Sua linha One Touch foi bem prolífica, e muita gente teve o One Touch Easy, lançado em 1998.

Em 2000, os franceses lançaram o One Touch 300, que não tinha muitas novidades no design, mantendo a antena que incomodava e a tela de 48 x 98 pixels. Ao menos esse modelo já contava com uma bateria com autonomia de uma semana de uso, substituindo os modelos que funcionavam com pilhas.