1,3 bilhão de chineses compram muitos telefones. E isso finalmente se refletiu no terceiro trimestre de 2011. Some esse número à crise financeira que os Estados Unidos enfrentam, e temos o resultado divulgado ontem (24/11) pela Strategy Analytics, que mostra que o país asiático passou o país ianque no ranking de vendas de smartphones, se tornando o primeiro mercado do mundo para esse tipo de dispositivos.

O último estudo mundial no segmento mostra uma diferença mínima entre os dois países: nos EUA, foram vendidos 23 milhões de celulares, enquanto que na China são 24 milhões de dispositivos. O motivo para tais vendas são os fortes descontos ofertados pelas operadoras nos modelos top de linha, e a avalanche de telefones Android de baixo custo que chegaram no país da grande muralha.

Os fabricantes também foram destacados no estudo. Nos EUA, os líderes de mercado são HTC e Apple, que juntos, acumulam mais da metade das vendas. Já na China, Nokia e Samsung reinam soberanos, com 28,5% e 17,6% das vendas, respectivamente. E, diferente do resto do mundo, a Nokia mostra sinais de expansão no país, graças às vendas de aplicativos. Vai ser interessante ver essa expansão com a chegada dos modelos com Windows Phone. E esses números são motivos suficientes para que a fabricante finlandesa não se desfaça do Symbian tão cedo.

via TechCrunch