samsung-smart-home

Uma das tendências da CES 2104 é o conceito de “lar inteligente”, que está diretamente relacionada com outra tendência, a da “Interent das coisas”. Hoje em dia, existem cada vez mais gadgets com conectividade à Internet, e a indústria deve evoluir para aproveitar todos esses dispositivos ao máximo, interconectá-los, e criar um lar inteligente de verdade. E a Samsung apresentou em Las Vegas a sua proposta nesse sentido: Samsung Smart Home.

A Samsung apresentou no evento vários novos eletrodomésticos com conectividade para o lar. E eles abraçam todas as categorias de produtos, indo de itens necessários para a cozinha até lavadoras, passando por televisores e sistemas de áudio. A ideia aqui é que, com a ajuda da Samsung Smart Home, todos esses gadgets consigam interagir entre si.

Por exemplo: se damos uma ordem pelo comando de voz para acionar o modo filme da nossa Smart TV, um determinado aplicativo será acionado, para fazer com que as luzes da sala de TV se apaguem, e o equipamento de áudio seja ativado.

Esse é apenas um pequeno exemplo do que a Samsung Smart Home pode fazer. São muitas as possibilidades oferecidas pelo sistema, porém, há um problema que ainda precisa ser resolvido, e não apenas pela Samsung: de um modo geral, os fabricantes desenvolvem soluções que só servem para os seus próprios produtos.

A prova disso é que a LG também apresentou a sua solução de sistema para um lar inteligente, o LG Homechat. O conceito é semelhante à proposta da Samsung, com a diferença que você pode interagir com a sua casa via mensagens de texto. Porém, tal como acontece com a Samsung Smart Home, o Homechat não funciona com dispositivos que não sejam da LG. E isso pode representar um sério problema para os consumidores interessados em adquirir esse tipo de tecnologia.

Eu mesmo tenho produtos de vários fabricantes em minha casa. E aí?

Via Gizmologia