project-christine

Em 2012, a Razer apresentou o “Project Fiona”, onde poucos detalhes foram revelados. Depois, tudo foi esclarecido: um tablet com processador muito potente, perfeito para jogos mobile de todas as espécies. Agora, na CES 2014, a mesma Razer apresenta o “Project Christine”, mantendo a tradição de nomes de mulheres nos seus projetos, e apresentando um conceito de PC totalmente modular.

A ambiciosa ideia é na verdade uma iniciativa que visa criar computadores que sejam de manutenção mais simples, com fácil troca de seus componentes. Como se vê na imagem acima (e no vídeo no final do post), temos uma torre com vários módulos, onde cada módulo tem um espaço para abrigar uma peça de hardware. Todos os módulos estão conectados em um sistema de resfriamento líquido, o que permitira que se use um overclocking para extrair a máxima performance de cada uma das partes.

A ideia é que cada módulo permita uma troca simples e rápida, de modo que se crie uma configuração personalizada para necessidades específicas, sem precisar desmontar gabinetes, ou adquirir um case maior para se ajustar ao item a ser agregado.

A torre terá algo muito importante e necessário: uma tela LCD touch, que vai permitir o controle das configurações dos componentes, além de informar ao usuário quando é necessário realizar a manutenção de um ou mais módulos.

Por enquanto, o Project Christine segue sendo apenas um projeto da Razer, que tem como objetivo disponibilizar as primeiras versões comerciais do conceito no mercado em aproximadamente um ano. Talvez veremos o produto completo e pronto para a venda na CES 2015. Uma coisa que já dá para imaginar é que o seu preço não deve ficar entre os mais baratos. Mas espero estar enganado sobre isso.

 

Via Gizmologia