audi

Depois de conquistar o mercado de telefonia móvel e ameaçar em se transformar na força dominante dos tablets, o Android prepara a sua estreia na indústria automotiva. Não será uma tarefa fácil a sua adoção, mas o sistema já conta com aliados importantes. Pouco depois dos primeiros rumores sobre a Audi estar trabalhando em centrais multimídia com o sistema da Google com os seus veículos, a própria gigante de Mountain View anunciou a Open Automotive Alliance, uma associação de fabricantes de automóveis e componentes, que visa estimular o uso do Android nesse segmento.

Além da Audi, a General Motors, a Honda e a Hyundai declararam seus planos de colaborar nessa iniciativa na qualidade de sócios. Todas essas montadoras se juntam à NVIDIA, que com a sua plataforma Tegra e a experiência adquirida nos últimos anos fabricando os navegadores da Audi, poderão formar uma das empresas mais importantes desse setor.

A Open Automotive Alliance vai operar baseada na premissa de criar uma plataforma comum, para criar veículos “mais seguros e intuitivos para todos”, o que não quer dizer que todos vão contar com as mesmas tecnologias, aplicativos ou interfaces, uma vez que, por uma questão até de lógica, os fabricantes estão interessados em diferenciar os seus modelos da concorrência.

Também é necessário lembrar que fazer parte de uma aliança como essa não significa uma exclusividade com o Android: GM, Honda e Hyundai também possuem parcerias com a Apple para implementar o Siri Eyes Free.

Para mais informações sobre a Open Automotive Alliance, clique aqui.