Essa notícia é praticamente uma prática de bullying com a Research in Motion. E mostra como a moral dos smartphones BlackBerry está baixa (como se já não estivesse depois de passarem quase um mês sem vendas em algumas lojas de telefonia nos EUA). A nova CEO do Yahoo, Marissa Mayer, continua usando de todas as táticas para incentivar os seus funcionários a trabalharem na empresa, mesmo em tempos difíceis. E o novo programa de incentivo da executiva prevê que todos na empresa vão ganhar novos smartphones, sem nenhum tipo de custo, apenas para que se comprove a teoria que o Yahoo ainda é um lugar melhor para se trabalhar.

Só tem um pequeno detalhe: o funcionário pode escolher qualquer smartphone de sua preferência… menos um BlackBerry.

Na lista de dispositivos disponíveis informada pelo Business Insider, Mayer está oferecendo a seguinte lista de opções para seus funcionários (só pode escolher um, infelizmente): iPhone 5, Samsung Galaxy S III, HTC One X, HTC EVO 4G LTE e Nokia Lumia 920. E não, não pode escolher um BlackBerry.

O Business Insider informa que existe uma razão muito simples para que os funcionários não possam escolher um smartphone BlackBerry: o Yahoo está encerrando o seu suporte para dispositivos da RIM na sua rede corporativa. E, para ficar pior para a fabricante canadense, um memorando interno enviado para os funcionários do Yahoo diz que a empresa “está removendo os smartphones BlackBerry de sua rede corporativa em outros 22 países”, ou seja, os smartphones da RIM não mais contarão com os serviços do Yahoo, de forma permanente.

Viu como sempre pode piorar?

Via Business Insider