650_1000_650_1000_galaxy_s6_edge_topdown_gold_platinum_art_photo-1

J.K. Shin, CEO da Samsung, decidiu se pronunciar sobre a ausência da Qualcomm como fornecedora dos processadores dos novos smartphones top de linha da empresa – Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge.

Segundo o executivo, a Samsung quer ser independente, mostrar a sua capacidade de pesquisa, desenvolvimento e produção em tecnologia. Mostraram isso nas telas, e querem fazer o mesmo com os chipsets.

Palavras de J. K. Shin:

A Samsung utilizou no passado o hardware criado pela Qualcomm, mas nós somos flexíveis. Se a Qualcomm pode nos oferecer soluções boas o suficiente, nós a usaremos. Na Samsung, sempre usamos os melhores componentes e materiais para nos diferenciarmos dos rivais.

jk-shin-samsung

Ou seja, o desempenho do Snapdragon 810 não agradou a Samsung, ou alguma coisa havia nesses chips que não agradou. Provavelmente os chips Exynos 7 cumprem melhor as necessidades para esses novos dispositivos.

Na prática, por mais que os benchmarks mostrem os seus números, o desempenho e a experiência de uso vai ser parecido com a maioria dos dispositivos top de linha. Também será interessante ver e comprovar se a Samsung melhorou a gestão do consumo, que provavelmente foi o item que mais foi trabalhado por eles.

Via Korea Times