Muito se disse sobre a proposta de venda da Palm, e Jon Rubinstein, CEO da empresa, resolveu esclarecer alguns pontos. Durante uma entrevista para o Financial Times, Rubinstein citou que a Palm pode sobreviver como uma empresa independente, o que nos faz pensar que sua situação econômica não é tão ruim quanto se imaginava. Com voz firme, o chefe da Palm disse ter um plano para obter recursos, e garante que eles esão trabalhando duro no desenvolvimento de novos aparelhos. Jon também diz que “se alguém oferece uma oferta razoável, temos que considerá-la”.

Fonte