A Adobe parte para o contra-ataque. Shantanu Narayen, CEO da empresa (que deve estar com muita dor de cabeça por causa do HTML5), confirmou o lançamento do Flash 10.1 para os sistemas Android, webOS e BlackBerry durante a segunda metade de 2010, Antes, era sabido que o plugin chegaria no primeiro trimeste desse ano mas, como você bem sabe, está atrasado. Se serve de consolo, Narayen afirmou a integração do Fçash nos tablets (com certeza Android e Chrome OS). Sobre o posicionamento da Apple ao seu produto, Narayen diz que a decisão de Steve Jobs é uma postura que visa mais os negócios ao invés de se priorizar a tecnologia, e que esta decisão fere os consumidores, pois faz com que a Apple imponha qual tipo de experiência o usuário deve ter com seus produtos. E Narayen não deixa de ter a sua parcela de razão.

Fonte