O Surface fou apresentado ao mundo e recebeu muitos elogios de boa parte dos meios de imprensa de tecnologia e blogs especializados, mas não pense que todo mundo está feliz com o produto. Entre os desconformes, alguns pesos pesados do mercado se pronunciaram contrários ao produto. Como é o caso da Acer, cujo CEO, JT Wang, não teve papas na língua para falar sobre o produto.

Em recente declaração feita ao Financial Times, o executivo da Acer disse: “adivertimos à Microsoft, que deveria reconsiderá-lo (em referência ao Surface). O produto pode criar um impacto negativo no ecossistema (de produtos), e outras fabricantes podem reagir de forma negativa (ao seu lançamento).

Mas não pense que estas explosivas declarações pegaram a Microsoft desprevenida, que reconhecem que o potencial do Surface poderia “frustrar” os seus parceiros comerciais. Wang parece de acordo com esse extremo, e conclui o seu discurso em tom melancólico: “não é algo onde eles são bons, de modo que devem reconsiderar”.

Discordo um pouco do nosso amigo executivo. A Miicrosoft, ao longo dos anos, mostrou que sabe produzir itens de hardware de grande qualidade, e nos últimos temos, o histórico da empresa registra mais acertos do que erros (o Xbox 360 e o Kinect são provas disso). Acho que todos os tropeços do passado deram maturidade para a Microsoft apostar de forma séria em um mercado mais competitivo como o dos tablets. Ainda mais com uma aposta tão promissora quanto o Surface.

Será que o nosso amigo Wang não falou tudo isso por medo do que vem por aí? Será?

Via Financial Times