Nos dá a impressão que os telefones conceituais aparecem todos os dias, porém, a diferença que temos no produto da foto acima é que ele foi desenvolvido pelo designer britânico Jeremy Innes-Hopkins, a pedido da Nokia, com a supervisão de um ex-designer da empresa finlandesa. O formato peculiar do Nokia Kinetic é possível em virtude do uso de um eletro imã, que permite que o aparelho “pare” em ocasiões específicas, como quando toca o alarme, ou durante uma vídeo conferência (para desligar o alarme, basta abaixar o telefone).

Pode parecer que sua parte inferior seja muito grande para quem vê de longe, mas ela mede apenas 18 mm, e a sua parte superior mede 8 mm. Além disso, a base também serve como empunhadura para quando você usa o telefone como câmera. Por enquanto, o telefone é apenas uma ideia transformada em uma imagem digital, e existe a (remota) possibilidade da Nokia fabricar o projeto. Se bem que não dá pra apostar que isso possa acontecer.

Fonte