carro-autonomo-google-acidente

Não é a primeira vez que um carro autônomo do Google sofre um acidente, mas dessa vez ele não teve culpa. A imprudência foi de um motorista humano.

O acidente aconteceu quando o carro autônomo ia atravessar um cruzamento, e um motorista decidiu que era uma boa ideia passar no sinal vermelho. Isso resultou em uma colisão contra a lateral do carro da Google. Felizmente, só houve danos materiais no acidente.

O relatório policial é bem claro sobre a culpabilidade do incidente, indicando que o carro da Google não entrou no cruzamento até que não se passassem seis segundos depois do sinal ter mudado para verde, detalhe que evidencia a culpa do motorista que passou o sinal vermelho.

 

Como reagir ao imprevisível?

O acidente levanta uma questão importante: é possível que se prepare um carro autônomo para evitar as imprudências e negligências humanas?

Os desenvolvedores de carros autônomos atuais preparam os veículos para circular em condições normais, ou seja, supondo que todos respeitam as normas de trânsito.

Mas quando as imprudências acontecem, a inteligência artificial do veículo nem sempre pode responder de forma adequada e evitar os acidentes. Isso pode atrasar a adoção geral desses carros no uso prático, e nem podemos colocar a culpa nos desenvolvedores sobre esse aspecto.

Via 9to5GoogleTechCrunchKRON, CBS