ubuntu-edge

Faltam exatos 14 dias para o fim da campanha de arrecadação de fundos para o financiamento do Ubuntu Edge, e a Canonical percebe que não será tempo suficiente para o projeto alcançar a sua meta. Tanto, que não restou outra alternativa para eles que não fosse reduzir o preço sugerido do produto, com o objetivo de animar os interessados nas doações.

O Ubuntu Edge agora custa US$ 695 para aqueles que se interessarem em adquirir o produto de forma antecipada. Isso é, se o produto conseguir alcançar a meta de US$ 32 milhões em doações. Esse é o segundo corte de preço que a Canonical faz no Ubuntu Edge, com o objetivo de aquecer as doações dos interessados em ter um dos smartphones mais poderosos já lançados (pelo menos, na teoria).

Essa é a cartada final da Canonical, que na prática, é um movimento desesperado. Por outro lado, a mesma Canonical já havia informado que só lançaria o Ubuntu Edge no mercado se o produto alcançasse o volume suficiente de doações para se pagar. Resta saber se o produto é caro demais para justificar a sua produção, ou se a Canonical apostou demais no desejo dos fãs da empresa.

Via The Next Web, Inidegogo