A Nikon apresenta de forma oficial a D800, uma câmera com uma resolução de nada menos que 36.3 megapixels, recursos para gravação de vídeos melhorados, e funcionalidades que devem atender os fotógrafos profissionais, de multimídia e videomakers.

O principal destaque da Nikon D800 é, sem dúvida, o seu novo sensor CMOS de 36,3 megapixels (7360 x 4912 pixels de resolução). É o maior sensor desenvolvido pela Nikon até hoje, e é ideal para registros de imagens de casamentos, fotos em estúdio e o registro de paisagens. É possível captar os menores detalhes com alta nitidez, e em diversas situações, inclusive as cenas com pouca luz. Para isso, diversos recursos aprimorados foram adicionados, como OLPF e um conversor de 14 bit A/D.

A D800 possui uma ISO que vai de 100 a 6.400, expansíveis a 50 (Lo-1) e 25.600 (Hi-2), para registro de arquivos JPEG e RAW. Seu canal de 16 bits optimiza a performance das imagens registradas, e as lentes em formato FX aumentam a faixa focal da câmera (1,5x), além de manter a nitidez dos detalhes na resolução de 15,3 MP (4800 x 3200). Além disso, a nova câmera conta com um sistema de reconhecimento de cena com matriz de cores 3D, e um sensor RGB, que reconhece os detalhes de cada cena, e compara com um banco de dados exclusivo da Nikon, de mais de 30 mil imagens.

Sua tela de LCD é de 3,2 polegadas, e a câmera possui saída HDMI, HDR automático, porta USB 3.0 e disparo de até 4 quadros por segundo. Seu preço sugerido nos Estados Unidos é de US$ 2.999,95. Por enquanto, não tem preço, nem previsão de lançamento para o Brasil.

Via Assessoria de Imprensa