Samsung

 

Um funcionário das fábricas da Samsung foi capaz de roubar mais de 8 mil dispositivos de todas as linhas da empresa, fazendo um bom dinheiro no mercado de segunda mão.

O detalhe desse caso é que o criminoso em questão era um cadeirante, o que facilitou os roubos dos dispositivos.

O funcionário era contratado da Samsung há sete anos, quando a empresa iniciou um projeto de integração laboral para pessoas com necessidades especiais. Ele fazia parte do time de manutenção e reparação dos dispositivos utilizados pelos desenvolvedores da empresa desde 2010.

Foram localizados mais de 8.500 dispositivos roubados pelo funcionário entre dezembro de 2014 e novembro de 2016, resultando em perdas de aproximadamente US$ 1 milhão. O empregado colocava os dispositivos no assento da cadeira de rodas, o que era perfeito já que ele não precisava passar pelo detector de metais da fábrica ou seguir outros procedimentos de segurança da fábrica.

O funcionário vendeu os dispositivos no mercado de segunda mão, e já contava com certa reputação por conta das vendas e certa credibilidade dos dispositivos.

 

 

O funcionário só foi descoberto porque os dispositivos que ele roubou da Samsung contavam com uma indicação “not for sale” em suas baterias. E essas baterias foram identificadas pela empresa depois de uma auditoria.

O agora ex-funcionário foi demitido e está sendo processado pela Samsung.

 

Via The Investor