byte-01

Ele pode ser compreendido como uma espécie de ‘spinoff’ do Vine, já que o seu criador, Dom Hoffman, foi um dos desenvolvedores do aplicativo de micro vídeos, deixando o projeto em 2013. Dois anos depois, ele volta com o Byte, um aplicativo que quer ocupar um lugar similar, oferecendo aos usuários uma nova forma de compartilhar criações mediante a composição de fotos, GIFs e outros elementos.

O aplicativo tem uma interface no estilo das redes sociais, com componente visual tal como acontece no Instagram, com o botão de criações no centro. Ele no abre a possibilidade de adicionar elementos para os quais os botões são dispostos no canto inferior direito, rodeando a câmera. Podemos adicionar textos, efeitos, um desenho próprio e até uma trilha sonora.

byte-02

Dentro dessa tela de edição, destacamos a ferramenta cujo ícone representa um computador, que já permite a introdução de conteúdos vindos de outros aplicativos, incluindo GIFs ou imagens do Twitter. O aplicativo sugere conteúdos ao acaso, mas você pode fazer buscas por palavra, com sua livre escolha.

As demais seções lembram outros aplicativos do gênero, tendo como timeline o feed com as publicações de quem seguimos, uma seção de descobertas de conteúdos por temas, uma aba de atividades e outra com o nosso perfil. Podemos salvar as criações na galeria, ou compartilhar diretamente no Instagram, Vine ou outros cantos da internet.

O Byte ainda está em fase beta, com melhorias e novas funcionalidades prometidas. Dom e sua equipe se mostram modestos sobre o futuro do aplicativo, mas não deixam de lado a ambição, onde eles pretendem ir além do smartphone, entrando de cabeça no mundo do 3D e dos óculos de realidade aumentada.

Via The Verge