smartphones-de-2014

O mercado brasileiro de smartphones fechou o ano de 2014 com saldo positivo, registrando recorde de vendas no último trimestre. O relatório IDC Mobile Phone Tracker Q4, realizado pela IDC Brasil, mostra que o volume de vendas no ano passado foi de aproximadamente 104 smartphones por minuto.

De acordo com o estudo, foram vendidos cerca de 54.5 milhões de smartphones em 2014, uma alta de 55% em comparação com 2013 (35.2 milhões). Apesar de um 2014 complicado no setor econômico, o mercado de smartphones foi o único dentre aqueles que envolvem as vendas de tecnologia a encerrar o período com um resultado positivo. E isso, mesmo com eventos como a Copa do Mundo, o carnaval, as eleições e a alta do dólar atrapalhando nas vendas.

Se somarmos as vendas dos feature phones, o mercado de celulares encerrou o ano de 2014 com uma alta de 7% (70.3 milhões de dispositivos comercializados). O Brasil fechou o ano de 2014 na 4ª posição entre os maiores mercados do planeta, ficando atrás apenas da China, Estados Unidos e Índia.

O estudo da IDC mostra também uma mudança do consumidor brasileiro, que está priorizando mais a questão custo/benefício. A facilidade de crédito e parcelamento estimulam a compra de um modelo intermediário no lugar do dispositivo de entrada.

Outro fator de destaque da IDC é a disputa das marcas pelo consumidor brasileiro, com um comportamento e desempenho de vendas de país desenvolvido (e não de um mercado emergente, como é na realidade). 95% do mercado está concentrado em seis grandes marcas, algo que não acontece em outros países com o mesmo perfil econômico.

No quarto trimestre de 2014, foram vendidos 16.2 milhões de smartphones no Brasil. Uma alta de 43% e 14% na comparação com o 4º trimestre de 2013 e 3º trimestre de 2014, respectivamente. O resultado é considerado fantástico, com um aumento nas vendas de até 600% em relação a todo o ano de 2013.

Por fim, o estudo da IDC indica que 15% dos dispositivos vendidos em 2014 contam com conectividade 4G, e para 2015, a estimativa é que o número aumente entre 30% e 35%. Um maior número de lançamentos e a chegada de modelos intermediários e dual-SIM com 4G devem estimular esse crescimento.

Apesar do dólar alto e da conjuntura econômica, a IDC Brasil espera 16% de crescimento do mercado de smartphones, com a venda de cerca de 63.3 milhões de aparelhos em 2015.

Via assessoria de imprensa