Um grupo de cientistas do consórcio Braingate2 (que possui uma vasta experiência na pesquisa de implantes cerebrais, para melhorar a qualidade de vida de pacientes com problemas de mobilidade), desenvolveu um sistema robótico que pode ser controlado pela mente de uma pessoa com lesões da medula espinhal ou com outro tipo de paralisia.

Nos primeiros estágios do programa, o grupo conseguiu implantar uma série de chips no córtex dos pacientes, para que estes pudessem mover um cursor ao longo de uma tela. Agora, os cientistas conseguiram traduzir essas instruções em um braço robótico, que pode pegar e levantar objetos diversos (como uma bebida, por exemplo).

Obviamente, os testes não impediram que alguns copos de café fossem derramados, mas os especialistas acreditam que, com a prática, o exercício será melhor executado. Abaixo, um vídeo com uma pequena mostra do que o sistema é capaz de fazer.

Via Nature