Microsoft

Compradores de sexo pela internet, você estão com os seus dias contados!

A Microsoft se uniu à luta contra a comercialização do sexo pela internet, apoiano o movimento Seattle Against Slavery. O Project Intercept tem como objetivo reduzir o número de usuários que compram sexo pela internet, enviando mensagens de advertência através de um chatbot.

O bot foi implantado em anúncios de internet para buscar compradores de sexo em chats. Quando o software localiza um usuário com esse perfil, ele começa a, basicamente, trollar o mesmo, pedindo o envio de uma foto, apenas para que o internauta perca o seu tempo. Minutos depois, o usuário recebe a mensagem abaixo:

 

“Comprar sexo de uma pessoa é ilegal, e pode causar à vítima um dano grave em longo prazo, assim como seguir o ciclo de constrangimento das pessoas. Os detalhes desse incidente serão revisados a fundo, e você poderá ser contactado pela polícia para um interrogatório. Não tente comprar sexo novamente, isso não vai satisfazer o que você está buscando. Você pode obter ajuda em www.sexhelp.com.”

 

Desde o lançamento do bot, foram enviadas 14 mil mensagens para aproximadamente 1.000 pessoas, onde quase a metade visualizou a mensagem de advertência.

A seguir, um dos chats que envolveram o bot da Microsoft:

 

 

O diretor do movimento Seattle Against Slavery, Robert Beiser, acredita que este método para identificar os compradores é mais efetivo que aquelas aplicadas pela polícia, podendo efetivamente mudar a perspectiva do que estão fazendo.

 

Via Softpedia