Esta é uma séries de posts que vocês vão ver durante todo o dia de hoje aqui no blog, que vai mostrar um pouco do que aconteceu em Manaus, durante o Bossa Conference 2010. O evento aconteceu entre 08 e 10 de março, no Tropical Hotel. Além destes posts, na próxima quarta-feira (17/03), teremos uma edição especial do TargetHD Podcast, onde pretendo contar mais peculiaridades e observações sobre este evento promovido pelo Instituto Nokia de Tecnologia.

O evento oficialmente começou no dia 08 (segunda-feira), apesar de que, no dia 07, aconteceu um coquetel de confraternização, com participantes, jornalistas e representantes do Instituto Nokia de Tecnologia (conto mais sobre isso no podcast). Já no dia 08, logo pela manhã, aconteceu a abertura oficial do evento, feita pelo CEO do INdT, Geraldo Feitoza. E com as boas vindas, bem no estilo amazonense de ser.

Passado isso, os jornalistas foram direcionados para uma sala, onde foi feito um workshop, onde diversos assuntos foram abordados, ligados à Nokia e ao INdT.

Primeiro assunto: Ovi Store. Fábio Ranieri fala sobre os desenvolvimentos de produtos para a loja de aplicativos da Nokia, provindas do INdT, e de uma tendência de abordagem multi-plataforma para os desenvolvedores. Cada vez mais o foco da Nokia é trazer ao usuário uma nova experiência com o aparelho que ele estiver manuseando, e uma grande equipe do INdT trabalha todos os dias em protótipos e conceitos que podem aumentar as possibilidades do usuário com o seu gadget. Para isso, eles usam de muita criatividade no Mobile Lab, pois criam protótipos de produtos a partir de materiais simples, como o papelão, e simulando situações reais para saber como este aparelho pode ser implementado, tudo visando uma melhor experiência com o usuário. Além disso, todo o ciclo de desenvolvimento de um produto conceituado nos laboratórios resulta em um produto utilizável para o cliente final.

Uma coisa interessante: o INdT sempre busca parcerias com universidades, para buscar identificar e compreender nas pessoas as suas reais necessidades com os dispositivos. A partir disso, tudo é voltado para se compreender até mesmo como que o usuário vai buscar um determinado aplicativo dentro de um produto, e saber como ele melhor vai funcionar junto a esse produto. Por fim, o grande objetivo do INdT daqui pra frente é atrair os desenvolvedores para também desenvolverem aplicativos para os produtos considerados “de linha mais baixa” da Nokia. Voltar a programar para aparelhos com teclado convencional, pois programar para aparelhos touchscreen é mais atraente e prazeroso, mas o bom mesmo é se criar um desafio em desenvolver para uma linha mais baixa de aparelhos. Além disso, a Nokia oferece todo o suporte para que desenvolvedores consigam atingir resultados que tenham um nível para entrar na Ovi Store.

Fiquem ligados. Durante todo o dia de hoje, traremos para vocês o que de melhor rolou na Bossa Conference 2010.