blackberry-logo

Uma das notícias mais impactantes do mundo da tecnologia de hoje (12) não está relacionada a algum vazamento ou lançamento para o mercado. Está naquela que pode ser o início do fim de uma das gigantes desse mesmo segmento. A BlackBerry emitiu um comunicado onde anuncia que está “buscando alternativas estratégicas” para aumentar o seu valor como marca, e acelerar as vendas dos últimos modelos lançados, com o sistema operacional BlackBerry 10.

O comunicado indica que um Comitê Especial, formado por executivos da empresa, deve se reunir para estudar as opções possíveis para solucionar o principal problema aparente da BlackBerry: a queda do seu valor de mercado. Com o tom que o comunicado usa, qualquer possibilidade que leve a empresa à esse objetivo é considerada, incluindo medidas extremas, como a saída da BlackBerry da Bolsa de Valores (se tornando assim uma empresa de capital fechado) ou até mesmo a venda da empresa para outra maior, que resolva fazer os investimentos necessários.

Para quem acompanhava a situação da BlackBerry de forma mais próxima, essa notícia não pega ninguém de surpresa. Desde os resultados de vendas do primeiro trimestre de 2013, já era possível ver que a BlackBerry não conseguia se recuperar no mercado de smartphones, apesar de uma recente renovação de imagem, com novos produtos e um investimento relativamente pesado em propaganda (até comercial nos intervalos do Super Bowl eles fizeram).

Agora, a gigante de Waterloo está vivendo uma situação ainda mais dramática, já que as vendas do segundo trimestre desse ano caíram ainda mais, ao ponto dos modelos da empresa serem superados em vendas pelo Windows Phone.

Palavras do presidente do Comitê especial, Timothy Dattles:

Durante o ano de 2012, a direção e o conselho da BlackBerry se concentraram no lançamento do BlackBerry 10 e do BlackBerry Enterprise Service 10, com o objetivo de estabelecer uma posição financeira sólida, e fazer uma estratégia de crescimento melhor e a longo prazo. Tendo em conta a importância e a força de nossa tecnologia, além da evolução da indústria e o contexto competitivo em que vivemos, este é o momento adequado para explorar alternativas estratégicas.

Ainda que os rumores mais recentes indiquem que tanto HP quanto Lenovo estão interessadas na BlackBerry, não existe nenhuma garantia que essa busca de alternativas para sua sobrevivência vai dar algum resultado positivo. Porém, a empresa canadense ainda tem muito valor de mercado, apesar dos resultados fraco de suas vendas. É sempre bom lembrar que a BlackBerry carrega consigo um grande número de patentes, e uma tecnologia focada no mercado empresarial, que ainda possui uma grande aceitação entre os usuários.

Outra possibilidade seria a fusão da empresa com outra gigante de tecnologia, ou ainda a venda de suas ações para aqueles que estão interessados em tentar levantar a moral da empresa.

Seja como for, podemos estar diante do início do fim da BlackBerry do jeito que a conhecemos. Acho que é cedo para dizer que é o fim da empresa, mas que muito provavelmente ela não será a mesma depois dessa tal busca por novas alternativas.

Via MarketWire