batman-robin-facepalm

Primeiro foi The Witcher 3 que despertou a ira dos jogadores de PC pelo péssimo desempenho e evidente redução da qualidade gráfica da versão final. Agora, Batman Arkham Knight faz o mesmo.

Esse foi um dos jogos mais esperados do momento, se postulado como um dos candidatos ao jogo do ano. Porém, o game chegou ao mercado cheio de bugs e com um desempenho horrível. O lançamento foi um despropósito absoluto, ao ponto da Rocksteady ter editado os requisitos mínimos, aumentando nos casos dos usuários de chips AMD para uma Radeon HD 7950 de 3 GB, enquanto que os usuários da NVIDIA ficam em uma GTX 660 de 2 GB.

Mas… o que acontece com todos os gamers que já reservaram o jogo e que não contam com a nova placa gráfica HD 7950? Sem falar que essa troca favorece aos gamers com hardware da NVIDIA, que além de não precisar fazer um investimento extra, já sabem que o game foi otimizado para os seus chips. Para piorar, o jogo para PC está capado a 30 FPS.

As críticas estão chovendo na cabeça da Rocksteady, e são enormes e merecidas. Os manifestos devem desembocar em devoluções e pedidos de reembolso em massa, o que fatalmente vai afetar as vendas, deixando explícita a insatisfação dos jogadores de PC, e uma péssima tendência dos desenvolvedores em lançar jogos mal terminados ou pouco (ou nada) otimizados.

 

Via Steam