mwc-barcelona-teaser

Já era sabido que Barcelona seria a sede da Mobile World Congress até 2018, mas agora temos a informação que isso se estendeu para o ano de 2023. Era a data oferecida pela cidade recentemente, e a GSMA confirmou que aceitou a oferta.

São cinco anos adicionais para um contrato que havia terminado no começo do ano, com a chegada de um novo governo na capital mediterrânea. Mas Ada Colau fechou o compromisso de prorrogação – ao lado dos membros da fundação MWCB -, que era um requisito formal da oferta.

Além da já citada Fundação Mobile World Capital Barcelona, parceiros importantes da iniciativa (Ministério da Indústria, da Energia e Turismo, a Generalitat de Barcelona, Turismo de Barcelona e Fira de Barcelona) estão de acordo com a prorrogação. Por outro lado, temos a GSMA, representante dos interesses das operadoras, fabricantes e desenvolvedores de tecnologia móvel.

Sobre o impacto na área, as opiniões são diversas. Mas lembramos que a MWC 2015 superou a marca de 93 mil visitantes, que deixaram na cidade mais de 435 milhões de euros.

Via GSMA