A Bandai relançou oficialmente o Tamagotchi, os bichinhos virtuais que tanto sucesso fizeram na década de 1990.

O produto comemora o seu vigésimo aniversário, em seis versões diferentes. A má notícia é que, por enquanto, o relançamento vale apenas para os Estados Unidos, mas eu não duvido que em breve a febre chega ao Brasil.

Não há muitas diferenças do modelo atual para o clássico. A Bandai tentou não mudar muito a estética e o desempenho do produto, de modo que os mais nostálgicos poderão reviver os velhos tempos.

O novo Tamagotchi é um pouco menor, facilitando assim o transporte no bolso. Entre eles, só existe diferença nas cores (branco, laranja, rosa e três tons de azul), mas todos com o mesmo desempenho.

O Tamagotchi original vendeu mais de 82 milhões de unidades em todo o planeta (dados oficiais registrados em 1996, mas podem ser muito maiores, já que vários produtos piratas foram lançados na época).

Depois que o hype perdeu força, apps para smartphones como o Pou ficaram populares por contarem com uma mecânica similar ao dos bichinhos virtuais.

Cada Tamagotchi custa US$ 15.