os-melhores-smartphones-de-2014

Prepare o bolso, pois o #lacra13 atacou de novo. A presidente Dilma Rousseff sancionou hoje (22) a medida provisório que aumenta as alíquotas de PIS/Cofins sobre os produtos importados. A medida é parte do ajuste fiscal do governo para equilibrar as contas públicas (ou consertar as burradas feitas pelo próprio governo), e fatalmente vai resultar em um aumento nos preços dos eletrônicos importados.

Com a sanção, o PIS/PASEP aumenta de 1.6% para 2.1%, enquanto que o Cofins subiu de 7.6% para 9.65%. As empresas vão pagar na entrada de produtos importados um imposto total de 11.75%. Os eletrônicos beneficiados pela Lei do Bem continuam com imposto zerado, visando o incentivo da produção nacional. Para entrar nessa regra, os dispositivos precisam se enquadrar em algumas regras, como por exemplo custar um valor limite e contar com conteúdos de software nacionais.

Com os novos impostos (que também afeta outros setores do comércio), o governo visa arrecadar mais de R$ 1 bilhão por ano. O aumento do PIS/Cofins foi publicado hoje (22) no Diário Oficial da União, e entra em vigor em três meses.

Nota do Editor: Como vocês podem ver, por conta de ‘alguns pequenos equívocos’ do atual governo, comprar os produtos importados que você tanto deseja vai custar um pouco mais caro. Durma com essa.

Via Tecnoblog