Ele já tinha sido filtrado com toda a riqueza de detalhes, mas a ASUS finalmente tornou o produto oficial. O PadFone 2 é apresentado, mesmo com poucos mercados tendo acesso à primeira versão. Em compensação, essa atualização chega com algumas surpresas.

O equipamento apresentado pelos taiwaneses é maior e melhor em muitos aspectos do que o PadFone original, contando com uma tela de 4.7 polegadas (720p) Super IPS (com até 550 nits de brilho, oferecidos plea tecnologia IGZO da Sharp), processador de quatro núcleos APQ8064 da Qualcomm (Snapdragon S4, de 1.5 GHz), câmera traseira de 13 megapixels f/2.4 (sensor da Sony) e câmera frontal de 1.2 megapixels.

A câmera traseira não só é poderosa no quesito megapixels, mas também suporta gravação de vídeos a 1080p/30 fps, ou em 720p/60 fps e até 100 disparos contínuos na resolução máxima. Como sistema operacional, a ASUS optou inicialmente pelo Android 4.0 Ice Cream Sandwich, mas já garantiu uma atualização para a versão 4.1 Jelly Bean em breve.

Sobre o restante de suas especificações, o lançamento conta com 2 GB de RAM, tela Corning Fit Glass (a mesma que está presente no Nexus 7 para reduzir o seu peso; logo, não é a Gorilla), NFC, bateria não removível de 2.140 mAh e 50 GB de armazenamento na nuvem, mediante o serviços ASUS WebStorage (supomos que para justificar a ausência de slot para cartões microSD).

Na parte do tablet do conjunto, nos deparamos com um dispositivo com tela IPS de 10.1 polegadas (1280 x 800), bateria de 5.000 mAh (o modelo anterior contava com 6.600 mAh) e um peso de 514 gramas, ou seja, é bem mais leve que o modelo anterior, que contava com 854 gramas de peso, além de ser consideravelmente mais leve que o novo iPad.

Disponível em versões de 32 e 64 GB de capacidade de armazenamento, o novo ASUS PadFone 2 tem preços sugeridos de 799 e 899 euros, respectivamente.



Via