galaxy-s7-resistente-a-agua

Os novos Samsung Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge contam com a proteção IP68, o que na teoria torna os smartphones imunes à entrada de poeira e água. Porém, o que a prática aprofundada diz? Até que ponto os novos smartphones da Samsung são impermeáveis?

Em teoria, a proteção IP68 impede com que a poeira não entre no interior do Galaxy S7 sob nenhum circunstância, já que o IP6X é a proteção mais alta possível. No caso da água ou dos liquidos, os novos modelos da Samsung também receberam a mais alta possível, o IPX8, ou seja, em hipótese alguma pode entrar água no interior do dispositivo, mesmo em caso de imersão na água. A diferença em relação ao IPX7 é que este limita a imersão a um metro de profundidade durante 30 minutos, limite superado pelo IPX8.

 

As precauções tomadas no Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge

Os novos tops de linha da Samsung cumprem o prometido pela classificação IP, mas há algo que preocupa os usuários: as portas.

Muitos foram os smartphones considerados resistentes à imersão que acabaram molhados por essa via, já que a impermeabilidade dependia das portas conectoras estarem bem fechadas. Para recuperar essa confiança, a Samsung decidiu adotar um sistema de borracha protetora nas conexões (micro USB de carga e conector para fones de ouvido), de modo que não entre água nelas.

Essa é a diferença da resistência do Galaxy S7 em relação a outros smartphones, ainda que a Samsung não convide os usuários a darem um mergulho na piscina com os seus novos brinquedinhos top de linha.