netflix_pr_tablet_ui_only_us_web_442014

Uma das vantagens do vídeo on demand e as escolhas voluntárias que fazemos é que a tecnologia nos conhece, ou pode “aprender” com nossas escolhas. É assim que a Netflix vê o futuro. Quem afirma é Neil Hunt, que afirmou que em alguns anos a plataforma será capaz de saber o que queremos ver antes mesmo de tomarmos a decisão.

Suas previsões não ficam por aí. Neil avisa que a Netflix poderá oferecer mais de 47 milhões de possibilidades em 2025, superando o acervo de qualquer operadora de TV paga do planeta, com personalização absoluta e sem muitos esforços. Afinal, a plataforma pode fazer recomendações e até decidir por você.

Mais conteúdo adaptado ao gosto e desejo do consumidor

Para a Netflix, essa quantidade de conteúdos é, na maioria dos casos, de nicho. E isso não vai contra o usuário,e  sim, a seu favor. Com o seu motor de recomendações a tecnologia de previsibilidade, o usuário poderá “encontrar” conteúdos quase pensando de forma individual, sem que ele se dê conta disso.

650_1000_netflix-screenshot

Para a Netflix, a TV pela internet vai beneficiar também os produtores de conteúdo, oferecendo maior liberdade aos seus títulos. Veremos no futuro se essa fórmula oferecerá lucros suficientes para tornar viável a sua personalização.

Além disso, uma mudança na publicidade e na forma de anunciar e obter lucros na era da TV pela internet também deve aparecer. Uma possibilidade com muito potencial seria a publicidade muito personalizada e ajustada para aquilo que o espectador precisa, e no momento em que ele assiste o conteúdo. Para a Netflix, o que acabará se impondo é o conteúdo sem publicidade, ao menos como conhecemos hoje. Logicamente, eles propõem ao anunciante usar o seu sistema de recomendação como o ideal.

Eventos esportivos ao vivo, o próximo objetivo da Netflix

Aproveitando o seu olhar para o futuro da televisão pela internet, a Netflix deixou claro que o esporte e eventos ao vivo estão na sua alça de mira. Não para agora, mas sim, para o futuro. Eles deixam claro que o conteúdo em UHD será algo importante, sendo a empresa que mais investe nesse momento em conteúdos nesse formato.

Via Xataka