Ah, a auto correção de textos dos smartphones… com certeza você se viu em situações constrangedoras quando o seu telefone dito inteligente decidiu que uma palavra que você escreveu é outra, mudando o seu conceito e até mesmo o que a frase toda quer dizer.

Porém, poucas vezes vimos um teclado virtual causar tanto estrago. Neste caso em específico, um assassinato. E foi isso o que aconteceu com Josef Witkoski, um jovem que estava trocando mensagens de texto com um amigo, Neil Brook. Fato é que ele teclou “mutter” (silencioso) e o telefone interpretou como “nutter” (louco).

O assunto mudou de tal forma que Witkoski foi até a casa do Brook, para tirar satisfações sobre a conversa. Porém, Josef foi com uma faca na mão, e deu fim à vida de Brook, que teve o seu corpo encontrado com 104 facadas. E tudo isso por causa da previsibilidade de texto, que confundiu duas palavras. E, antes que você me pergunte, não foi um iPhone. A polícia não informou marca e modelos envolvidos no crime.

via CNET