android-lollipop-51

Muitos usuários Android esperam pela atualização dos seus dispositivos. O Android 5.0 Lollipop foi lançado há quatro meses, e mesmo com uma cota de mercado minúscula, já temos uma nova versão, a Android 5.1 Lollipop, com novidades importantes.

A nova versão traz melhorias importantes em todos os aspectos: desde a usabilidade até o desempenho, passando por áreas importantes como a segurança ou o suporte de múltiplos SIM cards (indo além dos dispositivos dual SIM) de forma nativa e oficial. O fato é que as mudanças são importantes, e esse é um bom momento para compreender o que o Android 5.1 Lollipop pode nos oferecer.

 

Mas… já não haviam smartphones Android com dual SIM?

android-lollipop-51-02

Muitos se perguntaram por que a Google destacou esse suporte oficial para múltiplos SIM cards nessa atualização. O motivo é simples: até agora, eram os fabricantes que incorporavam os controladores e o software necessário para o gerenciamento do uso de múltiplos SIM cards ao mesmo tempo. Agora, a coisa muda com a iniciativa do Android One (foi nesse projeto que se detectou pela primeira vez essa atualização).

Os dispositivos de entrada do Android One são, na sua maioria, dual SIM, o que parece ter incentivado a Google a resolver de vez essa carência. Poder gerenciar duas linhas simultaneamente – seja por dois usuários que compartilham o mesmo telefone, ou para quem quer controlar melhor os gastos com o celular – será algo muito mais transparente por conta desse suporte que a Google integrou no Android 5.1.

 

Seu dispositivo ficará mais seguro

android-lollipop-51-03

Uma das novidades mais importantes do Android 5.1 Lollipop é a proteção de dispositivos. Este sistema de segurança faz com que o smarpthone fique completamente bloqueado até que iniciemos a seção nele com a nossa conta de usuário Google.

Não será possível fugir desse requisito, nem restaurando o smartphone e deixando com as suas configurações de fábrica. Inclusive será necessário a adição tanto o nome de o usuário e o mecanismo de segurança (PIN, padrão de desenho, senha) que estabelecemos para o bloqueio de tela. Só então uma opção será ativada que desde já é altamente recomendada.

Tal característica se soma ao já conhecido Administrador de Dispositivos Android, onde é possível localizar dispositivos extraviados, restar o PIN de bloqueio de tela e até apagar dados de forma remota, para que os ladrões não acessem os nossos dados. E, obviamente, as novidades que já foram apresentadas no Android 5.0, como o Smart Lock, a codificação de dados, e o uso estendido do SELinux.

 

A usabilidade conta, assim como o WiFi

android-lollipop-51-04

Os ajustes rápidos também sofreram sensíveis mudanças, com duas novidades muito úteis. Agora é possível selecionar as conexões WiFi e Bluetooth a partir do menu acima, de forma direta. Não será mais necessário chegar até os ajustes normais do dispositivo, como acontece com as versões anteriores do Android.

Ao acessar esse menu de ajustes rápidos, aparecem dois menus deslizáveis onde os ícones de WiFi e Bluetooth permitirão a escolha de qual conexão utilizar a cada momento. É uma forma mais rápida de escolher dois dos parâmetros mais frequentes no uso do dia a dia.

Essas melhorias de usabilidade são vistas em outros aspectos. Por exemplo, na capacidade de ocultar uma notificação emergente sem descartá-la completamente, de eliminar as opções dinâmicas de ajustes rápidos, ou desativar o modo silencioso nos nossos alarmes.

 

Outras pequenas (grandes) melhorias

Ainda que três das chaves essenciais do Android 5.1 foram destacadas, existem outras opções que poderíamos aglutinar em um quarto item, que são igualmente interessantes. É impossível não mencionar as melhoras de desempenho, onde essa atualização torna os dispositivos compatíveis mais velozes em diversos tipos de operações.

android-lollipop-51-05

Algumas melhorias visuais menores foram aplicadas, como no relógio ou na área de notificações, além de poder ativar o modo silencioso até que o próximo alarme seja tocado, ou desabilitar as interrupções durante o tempo de inatividade. Tudo isso visa melhorar a usabilidade já mencionada nos caso de uso que já foi demonstrado que são frequentes, e que agora os usuários podem acessar com maior versatilidade.

Outras características fazem mais sentido para os usuários norte-americanos. É o caso das chamadas de voz de alta definição, que algumas operadoras oferecem, com alta qualidade de áudio. No Brasil, esse serviço não deve ser implantado tão cedo.

A grande pergunta que muitos se fazem depois de ver essas novidades é a mais óbvia de todas: quanto tempo teremos que esperar para receber o Android 5.1 em nossos smartphones?

As respostas variam: se você tem um dispositivo da família Nexus, as atualizações serão entregues mais rapidamente (se é que você já não recebeu quando estiver lendo esse post no futuro). Os modelos mais recentes (principalmente os tops de linha) também devem receber essa versão do Android… nas próximas semanas (ou meses).

Mas em muitos casos, a atualização será simplesmente algo impossível pelos canais oficiais. Não obstante, sempre teremos as ROMs personalizadas, que em determinados modelos oferecem o que há de mais recente, com alguns elementos adicionais muito interessantes, vindos de mentes habilidosas na nobre arte da programação.