Os emojis permitem uma comunicação até mesmo entre pessoas que não falam a mesma língua. Porém, nem sempre as empresas possuem a mesma interpretação do que as imagens podem ser, e isso pode gerar problemas.

O símbolo de uma pessoa dançando já sofreu alterações implícitas. Inicialmente, era para ser um símbolo genérico, sem referência ao gênero da pessoa. Porém, a maioria dos fabricantes entendeu que era uma MULHER dançando. Mas como a Samsung interpretou que era uma CRIANÇA dançando…

 

 

Se o emoji for utilizado em determinados contextos, quem ler a mensagem em um smartphone da Samsung poderá ter uma visão bem diferente do que é dito.

Não é o primeiro caso desse tipo: a Apple também mudou o símbolo da pistola por uma pistola de esguichar água. E não deve ser o último caso que vamos ver.

Logo, é sempre bom lembrar que nem todo emoji é aquilo que queremos ler. Indo para casos extremos, além da escolha da cor da pele e da existência de emojis masculinos e femininos, temos que considerar acrescentar um novo parâmetro de seleção de idade das figuras.