superlua

 

Em algumas regiões do planeta, a superlua foi vista de forma efetiva.

O fenômeno onde a lua cheia ou nova se encontra no seu ponto mais próximo da Terra em sua órbita, ficando 14% maior e 30% mais brilhante do que quando a mesma se encontra no apogeu (a maior distância entre a Terra e Lua) aconteceu na noite de ontem (14), e o mundo inteiro registrou imagens disso.

O fenômeno acontece pela órbita elíptica lunar e o alinhamento do Sol, da Lua e da Terra. Acontece de 3 a 5 vezes por ano, mas o evento de ontem foi o de maior intensidade nos últimos 68 anos.

A Lua só voltará a ficar tão próxima da Terra em 25 de novembro de 2034. Mas se você perdeu a superlua, a seguir temos algumas imagens registradas em diferentes regiões do planeta.

É possível encontrar milhares fotos do fenômeno na internet, já que muita gente brincou de fotógrafo na noite de ontem.

 

Acrópolis de Atenas (Grécia) – Yorgos Karahalis / AP

superluna_9

 

Estátua da Liberdade, Nova York (EUA). Julio Cortez/AP

superluna_2

 

Cosmódromo de Baikonur – Bill English / NASA

superluna_3

 

Vale dos Deuses, Utah (EUA) – EFE

superluna_8

 

Budapeste (Hungria)

superluna_10

 

Redondo Beach, California (EUA) – David Monew /Getty

superluna_4

 

Toronto (Canadá). Frank Gunn / AP

superluna_5

 

Chicago Harbor Light (EUA) – Jerry Lai – Barcroft

superluna_11

 

Reunion Tower de Dallas (EUA) – Tom Fox / AP

superluna_6

 

Gateway Arch, St. Louis (EUA) – David Carson / AP

superluna_7