O Windows Phone/Windows 10 Mobile está morto. No passado, ele chegou a competir cabeça a cabeça em alguns mercados com o iOS e o Android. Mas a Microsoft não soube (ou não quis) lidar com a plataforma, que teve um fim nefasto.

Com a morte anunciada para 2020 e um apoio cada vez menor por parte dos fabricantes e desenvolvedores, a Microsoft tem agora a complicada missão de voltar ao setor mobile a médio e longo prazo.

Jesus Bosch, CEO da Game Troopers, confirmou em entrevista que a Microsoft errou em muitas coisas com o Windows Phone, e que faltou por parte da empresa uma boa dose de sinceridade.

Por um lado, Bosch dá a entender que a Microsoft não tratou bem os desenvolvedores que apostaram no Windows Phone desde o começo, faltando com o compromisso de anunciar o abandono da plataforma muito antes disso acontecer.

Não era segredo para ninguém que a situação do Windows Phone/Windows 10 Mobile era péssima e que tudo apontava para o seu fim, mas no fundo a comunidade resistia a aceitar uma realidade cada vez mais evidente, que se cumpriu da pior maneira possível.

 

Via Softpedia