microsoft-windows10-updates

A Microsoft mantém a política de não permitir desativar as atualizações no Windows 10 Home. No seu objetivo de tratar o Windows como um serviço, a empresa pretende acelerar o seu ritmo de lançamentos com atualizações e melhorias de tempos em tempos, no lugar de lançar uma grande atualização a cada dois ou três anos.

Lembrando: o Windows 10 será a última versão do sistema operacional da Microsoft, que vai evoluir a sua tecnologia sem forçar o lançamento de uma versão maior em um futuro a médio prazo.

O Contrato de Licença para o Usuário Final (EULA) da Build 10240 – que chegou aos OEMs -, informa que “O software verifica periodicamente por atualizações do sistema e dos aplicativos, os downloads e as instala para você. Só é possível obter as atualizações através de fontes autorizadas pela Microsoft, e a Microsoft pode necessitar atualizar o seu sistema para oferecer essas atualizações. Aceitando esse acordo, você concorda em receber essas atualizações automáticas, sem qualquer tipo de notificação adicional.”

O Windows 10 vai utilizar o programa Insider para testar as atualizações antes delas serem liberadas para a versão Home, para evitar assim problemas futuros.

Também há restrições para as pessoas que utilizarão o Windows 10 Professional, que terão apenas um período de 8 meses para aceitar as atualizações. Caso você não aceite alguma, você pode deixar de recebê-las. Esta política responde o objetivo da Microsoft em manter o Windows 10 sempre em dia e atualizado.

Apenas os usuários do Windows 10 Enterprise poderão recusar as atualizações por um longo período de tempo, já que esse grupo só vai receber atualizações a cada dois ou três anos.

Via Neowin