armiga-foto

A nostalgia pode resultar em coisas realmente surpreendentes, como fazer com que um computador do passado volte à vida. Um grupo de entusiastas do Amiga, a mítica máquina da Commodore, decidiram ressuscitar o computador com a ajuda de um emulador.

Desenvolvendo um controlador específico, eles conseguiram ler os discos flexíveis que eram usados nos computadores Commodore, e alocaram tudo em uma memória SD, que executa o software necessário para que tudo funcione. O coração de tudo isso é um Raspberry Pi, que como bem sabemos, funciona com um processador ARM – e por isso temos o nome Armiga.

O projeto do Armiga está em fase de crowdfunding no site Indiegogo, e custa 99 euros. Abaixo, um vídeo demonstra melhor o projeto.

 

Via Armiga
Via Indiegogo