Os polêmicos árbitros assistentes de vídeo foram oficialmente aprovados para a Copa do Mundo Rússia 2018.

O conselho arbitral da FIFA autorizou o uso do VAR no próximo mundial, onde os árbitros de campo contam com uma segunda opinião para suas decisões. A ideia dessa tecnologia é acabar com os erros cometidos em decisões difíceis, que podemo afetar os jogos. Vários campeonatos já testam o recurso, inclusive no Brasil.

Há opiniões de todos os tipos sobre o uso dessa tecnologia, já que a velocidades dos jogos se vê afetada em cada intervenção de vídeo. O comitê arbitral da FIFA se comprometeu em minimizar esses tempos mortos, apesar dos testes não ajudarem muito a acreditar que isso vai realmente acontecer.

No Brasil, o VAR foi descartado porque a CBF queria o uso da tecnologia em todos os jogos da série A, e queria que os times participantes da série A pagassem pela implantação dos equipamentos nos estádios.

Até que ponto essa tecnologia pode modificar a experiência do futebol?

 

Via FIFA