apple-watch-no-pulso

Um estudo da Kantar Worldpanel mostra que o Apple Watch dominou o mercado dos smartwatches entre os meses de maio e junho de 2016.

O wearable da Apple obteve uma cota de mercado de 33,5% nos Estados Unidos, e 31,8% nos quatro principais mercados da Europa (Alemanha, França, Itália e Reino Unido).

O estudo também revela que 47% dos wearables vendidos nos Estados Unidos foram smartwatches, superando assim as smartbands. Mas liderar esse segmento não é uma boa notícia, pois existe uma pouca força de mercado desses dispositivos de um modo geral: apenas 4,7% dos norte-americnos e 3,2% dos europeus contam com um smartwatch.

Se somamos tudo no mercado de wearables, 15,2% dos norte-americanos e apenas 8,1% dos europeus contam com um dispositivo.

 

As pessoas ainda não se interessam pelos wearables como um todo

Por outro lado, a IDC indica que apenas 9,3% dos norte-americanos e 11,3% dos britânicos compraram um wearable nos últimos 12 meses. Os dados se alinham com outros estudos que mostram o pouco interesse geral pelos wearables, e pelos smartwatches em particular.

Os consumidores preferem que os wearables sejam dispositivos simples e focados no exercício físico. O fato do Apple Watch Series 2 ser claramente focado nisso (com GPS e resistência à água) podem ajudar a impulsionar as vendas desse produto, mas não necessariamente ajudar a tornar os relógios inteligentes produtos populares.

Via PhoneArena