A Apple divulgou hoje (05) os números do seu primeiro final de semana de vendas dos novos modelos do iPad, o iPad Mini e o iPad de quarta geração (com tela Retina). E mais uma vez, eles podem comemorar essas vendas iniciais. Segundo o comunicado da empresa, foram vendidas mais de 3 milhões de unidades dos dois modelos citados em todos os países onde o produto passou a estar disponível a partir do dia 2 de novembro.

O anúncio foi feito pelo próprio CEO da Apple, Tim Cook, que afirmou de forma entusiasmada: “estamos trabalhando duro para fabricar mais produtos e de forma mais rápida, para atender a esta demanda incrível”. Este é mais um recorde de vendas para esta categoria de produto para a Apple, além de confirmar que as novidades implementadas foram bem recebidas pelo consumidor, apesar de diversos veículos internacionais observarem que a agitação diante das lojas da Apple foi bem menor, se comparado ao lançamento do iPhone 5, com filas menores.

A Apple não revelou números específicos sobre as vendas de unidades de cada modelo lançado. Mas afirma que esse lançamento duplo foi bem mais expressivo em termos de vendas do que o lançamento do iPad de terceira geração, em março de 2012. Na ocasião, a Apple vendeu 1.5 milhão de unidades desse modelo (na versão WiFi) no primeiro final de semana de vendas. Os números detalhados de vendas de cada modelo só devem ser revelados no próximo relatório financeiro trimestral da empresa.

De qualquer forma, a demanda foi suficiente para que Tim Cook afirmasse que “os estoques do iPad Mini estão praticamente esgotados”, o que pode ilustrar que o produto se saiu bem no seu primeiro teste, mesmo que esse número de vendas não tenha alcançado a marca de 1.5 milhão de unidades. Apesar de ser recebido com opiniões divergentes, principalmente por causa do preço não tão competitivo quanto o esperado, o iPad Mini era um tablet esperado por muitas pessoas, que queriam um iPad, mas que esse iPad fosse pequeno e leve o suficiente para ser utilizado em qualquer lugar.

Sem falar que estamos falando de um produto da Apple, que já tem um público cativo e fiel, o que já garante uma boa resposta comercial.

É sempre bom lembrar que essas vendas iniciais, somadas ao fato de dois novos tablets da empresa chegarem ao mercado, podem ser fatores decisivos para já afirmar que fatalmente a Apple vai dar um considerável salto no seu número final de vendas do seu tablet ao final desse trimestre. Segundo o IDC, a Apple vendeu ao longo do terceiro trimestre de 2012, mais de 14 milhões de iPads ao redor do planeta. Se eles venderam 3 milhões em apenas três dias… significa que esses números fatalmente vão inflar no próximo relatório financeiro da empresa.