apple-iphone-6-ios-9

Segundo declarações de Tim Cook para o BuzzFeed, a Apple está ciente dos pedidos dos usuários que querem ter o direito de remover aplicativos do iOS que eles não vão utilizar, e a empresa trabalha em uma solução para a questão.

Cook explica que a Apple está ciente de que o fato de não poder remover esses apps é algo que aborrece aos usuários, e que parte dos clientes pedem por isso. Porém, a mudança não é algo tão simples, já que depende de até que ponto esses apps estão conectados a outros serviços do iPhone ou iPad.

“É um assunto mais complicado do que aparenta. Há alguns aplicativos que estão conectados a outros serviços no iPhone, de modo que se são eliminados poderão causar problemas de funcionamento em algumas ações do smartphone. Já em outros apps isso não acontece. E esses são os que consideramos suscetíveis de serem eliminados.

 

Um pequeno passo para a personalização

Este não é um assunto exclusivo da Apple, e nem todos os sistemas e capas de software oferecem aos usuários as permissões para personalizar o menu de apps, tanto na hora de ordená-los como na organização em pastas. Às vezes não podem ser eliminados, mas recorremos a métodos como a inabilitação de um app, solução que não é tão intuitiva e não soluciona por completo o problema.

Os apps pré-instalados foram aumentando conforme o sistema operacional e o hardware do smartphone foram evoluindo, permitindo a ampliação de serviços e funcionalidades. O iOS 9, que chega ao mercado amanhã (16), receberá outras funções. Por enquanto, temos apenas um avanço, sem data nem versão determinada para incluir esta característica.

Mesmo assim, é um avanço.

Via BuzzFeed