apple

A Apple tem a fama de ser rígida na hora de aprovar aplicativos na sua loja, e muitos desenvolvedores ficam se perguntando o motivo para seu aplicativo ser recusado. Pois bem, a mesma Apple decidiu revelar para todo mundo os principais motivos que provocam tal recusa, apresentando na ordem as 10 razões mais frequentes para isso.

A lista representa 58% de todas as recusas na Apple App Store. E a lista é válida tanto para desenvolvedores ficarem cientes sobre o que precisam fazer para ser aprovado, quanto para usuários, que podem ter uma ideia melhor do rigor da Apple nos seus critérios. Lista a seguir:

* 14%: Necessita mais informações sobre o aplicativo.
* 8%: Aplicativos com bugs serão recusados.
* 6%: Não cumpre com os critérios do programa de licenças dos desenvolvedores.
* 6%: Apple e seus clientes dão valor à simplicidade, ao refinamento, à criatividade e ao planejamento nas interfaces de usuário. Os padrões estabelecidos pela Apple nesse aspecto são muito elevados, e se uma interface de usuário é complexa demais ou muito abaixo daquilo que é considerado algo “muito bom”, ela poderá ser recusada.
* 5%: Os aplicativos com nomes, descrições ou capturas de tela que não são relevantes ou funcionais para o aplicativo serão recusados.
* 5%: Os aplicativos que possuem um conteúdo falso, fraudulento ou que usam nomes ou ícones similares a outros aplicativos serão recusados.
* 4%: Nomes de um aplicativo na iTunes Connect e os exibidos no dispositivo devem ser similares, para não confundir os usuários.
* 4%: Os aplicativos com textos falsos ou incompletos serão recusados.
* 3%: Os desenvolvedores são responsáveis por obter pontuações apropriadas para seus aplicativos. Pontuações inapropriadas podem ser modificadas ou apagadas pela Apple.
* 2%: Os aplicativos em modos beta, demo, trial ou rest serão retirados.

Via Apple