apple-siri

O site The Information publicou indícios de que a Apple estaria preparando a sua versão de um assistente doméstico, no estilo do Amazon Echo e do Google Home. O produto seria gerenciado por uma nova e potente versão do Siri.

O Siri foi um dos primeiros assistentes que fez o uso da linguagem natural, deixando de lado os comandos de voz. Isso fez com que um novo mercado se abrisse, onde Microsoft, Google e Amazon conseguiram deixar a Apple para trás. A Siri ampliou suas funções, mas isso não foi suficiente para que os usuários vissem uma real utilidade.

Um dos principais problemas do Siri é a sua restrição à informação vinda ou autorizada previamente pela Apple. Por conta disso, aplicativos de terceiros ficam de fora da informação e das funções de podem acessar. Mas isso mudou com a chegada do novo Apple TV, onde pela primeira vez o Siri é capaz de buscar conteúdos em aplicativos como Netflix. De forma limitada, mas já é alguma coisa.

siri-no-apple-tv

De acordo com a fonte, a Apple está por abrir a plataforma do Siri para os desenvolvedores, tal e como aconteceu com o iOS para o uso do Touch ID, através de um novo SDK que vai permitir que o assistente se comunique com informações presentes em aplicativos instalados no iPhone, iPad, Apple TV e, talvez, no Mac OS, caso se confirme o rumor da chegada do Siri ao sistema operacional.

O novo SDK seria anunciado na próxima WWDC, e servirá de porta de entrada para que o Siri receba novos poderes, visando um futuro dispositivo focado para o lar. O novo produto estaria em uma etapa muito preliminar de desenvolvimento, e é pouco provável que ele seja anunciado esse ano.

Este dispositivo se apoiaria no HomeKit, plataforma de domótica da Apple, e seria o centro nervoso de um lar inteligente, controlando dispositivos compatíveis, se conectando com a Apple TV, alto-falantes com AirPlay, recebendo alertas e até atendendo chamadas telefônicas recebidas do iPhone. Tudo operando com conexão sem fio e através da voz, com a ajuda do Siri.

Via The Information