Depois de receber vários processos de usuários irritados com a situação, a Apple tenta acalmar os ânimos mais exaltados, se desculpando sobre o “mal entendido” com o “recurso” que limita o desempenho dos modelos antigos do iPhone conforme a bateria do dispositivo se desgasta.

A empresa oferece um desconto para quem quer trocar a bateria do seu iPhone para obter um melhor desempenho. A Apple considera a bateria um “componente consumível” e, por isso, oferece um desconto de US$ 50 na troca das baterias (ou seja, passa de US$ 79 para US$ 29).

O desconto é válido para todo o mundo, e será vigente durante o ano de 2018. Os custos para as diferentes regiões pode alterar.

A Apple admitiu que alguns sentem que a empresa tentou ludibriá-los, e por isso pedem desculpas, mas esclarecendo alguns pontos e assumindo compromissos para 2018.

A Apple revelou que nos primeiros dias de 2018 teremos uma atualização ao iOS que vai adicionar recursos que oferecerão mais informações sobre o estado da bateria.

 

 

Sobre a lentidão dos dispositivos, a Apple esclarece que não é uma desaceleração total, mas sim um gerenciamento inteligente da carga de trabalho, evitando que o dispositivo desligue de forma inesperada.

Ou seja, a Apple insiste na desculpa do “desse jeito, nossos clientes podem usar seus iPhones pelo maior tempo possível”.

A Apple gerencia esse consumo ao observar a combinação da temperatura do dispositivo, o estado de carga da bateria e sua vida útil. A partir daí, o iOS vai administrar o desempenho máximo de CPU e GPU para evitar desligamentos inesperados.

Vamos ver como os consumidores vão responder, e se um desconto e mudanças no iOS são suficientes para impedir mais ações judiciais. Nesse momento, a Apple precisa mesmo é reconquistar a confiança de seus usuários, algo complicado e delicado.

 

Via Apple