iphones-em-uso

 

A Apple afirmou perante um juiz nos EUA que é impossível acessar os dados armazenados em um iPhone que utiliza uma das últimas versões mais recentes. A afirmação é controversa, já que tecnicamente é possível recuperar os dados de um iPhone com uma versão antiga do iOS.

A posição da Apple foi apresentada na última segunda-feira (19), diante de um juiz federal em Booklyn, Nova York, em resposta à uma petição do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. A Apple também se defendeu apresentando a porcentagem de iPhones que utilizam as mais recentes versões do iOS, minimizando assim os problemas de fragmentação do seu sistema.

Hoje, mais de 90% dos iPhones utilizam o iOS 8 ou superior, e a maioria dos smartphones da Apple utilizam uma codificação muito forte, com vários sistemas de segurança. Logo, apenas 10% dos iPhones seriam vulneráveis.

Os advogados da Apple também argumentaram sobre a falta de uma autoridade legal clara para forçar a empresa a descodificar os iPhones, e alegam que se eles cederem a isso, colocariam em risco a confiança dos seus clientes na marca. Um argumento mais patriótico do que outra coisa, já que a própria Apple é uma das marcas que mais representam a imagem dos EUA no país e no exterior.

No começo do mês de outubro, o mesmo juizado questionou essa exigência para que a Apple quebrasse a segurança dos seus iPhones, citando o fracasso do Congresso norte-americano nesse tema, apesar da insistência da justiça. Além disso, eles adiaram o pronunciamento da sentença, com o objetivo de dar para a empresa a chance de argumentar sobre a possibilidade ou não de quebrar a sua própria codificação.

 

DICA: é sempre bom lembrar que é possível recuperar dados removidos acidentalmente em um iPhone. Softwares como o EaseUS MobiSaver Free da EaseUS podem te ajudar nessa tarefa.

 

Via VenturaBeat