A Apple decidiu jogar pesado com a política de oferta e fabricação de docks e acessórios para o conector Lighining oferecidos por terceiros. Segundo o site iLounge, a empresa de Cupertino mudou a sua política sobre o assunto. Antes, apenas a Apple poderia fabricar acessórios e cabos com o novo dock. Agora, todos os acessórios relacionados ao Lightining fabricados por terceiros deverão ser aprovados pela própria Apple antes de chegar ao mercado.

De acordo com a fonte, a ideia principal da Apple é tentar barrar o mercado de fabricação de acessórios que saem da China, e que acabam rodando o mundo, com preços muito mais baratos que aqueles vendidos nas lojas oficiais da Apple ou em postos autorizados, mas com uma qualidade muito abaixo do ideal. Para isso, a fabricante do iPhone 5 planeja até fazer um seminário especial na China, para que os parceiros interessados em fabricar acessórios para o novo smartphone aprendam como produzir tais produtos, para que eles possam ser lançados a partir de novembro, com o olhar atento da Apple.

A decisão da Apple em abandonar o conector de 30 pinos tem a sua controvérsia, mas faz sentido. Para começar, isso vai movimentar todo um mercado de acessórios, cases, conectores e outros dispositivos que as pessoas usam com o smartphone. Além disso, havia a necessidade de projeto de reduzir as dimensões do iPhone, para deixar o telefone mais fino.

Mas, principalmente, todos os esforços que a Apple aplicou para tornar o Lightining um item muito específico para o seu produto, é justamente para evitar que fabricantes alternativos lancem produtos que fiquem abaixo da qualidade exigida pela empresa. Além disso, é uma forma da Apple não mais perder em vendas, uma vez que qualquer cabo comprado nas lojinhas dos chineses e coreanos nos “mercados alternativos” custa muio menos que o mesmo item quando comprado em um ponto autorizado.

Uma das críticas ao Lightining é que ele ainda transfere dados na velocidade do USB 2.0, não sendo compatível com as portas USB 3.0. Por outro lado, o principal ponto positivo do Lightining é que ele é “reversível”, ou seja, quando você quiser conectar o produto no seu iPhone, pode fazer isso sem sequer olhar para o telefone. Afinal de contas, qualquer lado do cabo vai servir para conectar o dock.

Via iLounge