apple-music-logo

O Apple Music começou com força, conseguindo no seu primeiro mês de vida mais de 11 milhões de usuários de testes.

Diferente do Apple Watch, onde a empresa não revela dados oficiais de vendas (alimentando as especulações sobre um possível fracasso comercial), a Apple revelou que estão muito satisfeitos com os números obtidos pelo Apple Music durante o seu primeiro mês de funcionamento.

Eddy Cue (vice-presidente sênior da Apple) destaca os dois milhões de usuários que optaram pelo plano familiar de US$ 14,99/mês, que permite que até seis pessoas utilizem a mesma conta. O Apple Music é gratuito durante os primeiros três meses, para depois custar US$ 9,99/mês na conta individual.

Porém, ainda resta saber qual é a porcentagem desses 11 milhões de usuários de testes que vão passar a pagar a mensalidade. Levando em conta que o Spotify tem hoje 20 milhões de assinantes pagos, podemos dizer que o Apple Music tem grandes chances de começar muito bem, já que os usuários da Apple contam com maior predisposição a pagar pelos seus serviços em relação aos usuários de outros sistemas operacionais.

Eddy Cue reconhece que o serviço ainda tem falhas e problemas que devem ser depurados, afirmando que ‘somos conscientes de alguns usuários tiveram alguns problemas, e odiamos deixar eles insatisfeitos. Mas estamos liberando atualizações o mais depressa possível para solucionar esses problemas’.

Será que o Apple Music é um sucesso? Vamos descobrir em breve. Mas o seu começo é mais do que promissor.

Via The Verge