iPhones

Segundo o Wall Street Journal, a Apple teria registrado um novo recorde de encomendas de produção de iPhones para os provedores asiáticos.: nada menos que 90 milhões de iPhones.

Faz tempo que a Apple se transformou em uma ‘empresa de smartphones’ diante da influência dos iPhones nos resultados financeiros da empresa (60% dos lucros). E eles seguem muito fortes no setor: o último trimestre de 2014 foi o melhor de sua história, por conta do lançamento do iPhone 6 e das vendas natalinas, aumentando sua cota nos Estados Unidos, Europa e Ásia.

Na Coreia do Sul (casa da Samsung), a Apple aumentou sua participação de 15% para 33%, superando a LG e ameaçando a Samsung como nunca antes foi ameaçada. E em curto prazo, tudo indica que as vendas vão seguir altas. Os próximos iPhones (6s, talvez) estarão disponíveis no final de setembro, e deve contar como novidades (de acordo com os rumores) com o novo processador A9 fabricado pela Samsung em 14 nanômetros.

Também deve chegar a versão phablet, com o 6s Plus, e uma nova versão do modelo C, com menor tamanho e especificações melhores para substituir o iPhone 5C, que ao que tudo indica, foi o primeiro iPhone da Apple que não foi necessariamente um sucesso.

Via Wall Street Journal