Quando revelam a desproporcional diferença da quantidade de dispositivos iOS e Android disponíveis no mercado, isso não chega mais assustar ninguém, porque já supomos que entre Apple e a dupla Samsung/Google estavam conquistando todos os novos clientes de dispositivos móveis. O que surpreende é que um recente estudo confirma essa suposição.

Números divulgados pela ABI Research revelam que a Samsung e a Apple juntas contam com 55% do mercado mundial de smartphones, e que durante o primeiro trimestre de 2012, eles conseguiram mais de 90% dos lucros gerados. Pode parecer que não sobrou nada para as demais, mas os números até que são positivos para empresas como a HTC e a Sony, que conseguiram vender uma boa quantidade de dispositivos, e ainda que as marcas não dominam o mercado, terminaram o primeiro trimestre com um aumento em suas vendas.

Porém, a situação é bem diferente para fabricantes como Nokia e RIM, que continuam perdendo mercado, e sabem que está cada vez mais difícil manter ou recuperar clientes, uma vez que as duas empresas não apresentam produtos que chamam a atenção do público.

A ABI estima que o negócio da Nokia deve crescer aproximadamente 5.000% apenas para compensar os prejuízos gerados pela perda de clientes que abandonaram o Symbian para adotar outras plataformas, e para conseguir isso, o fabricante finlandês deve olhar mais para o mercado asiático, que nos últimos meses cresceu 80%. O problema é que o mercado dessa região do planeta é dominado por empresas como Huawei e ZTE.

Abaixo, temos o ranking trimestral, com as milhões de unidades distribuídas ao redor do planeta (em ordem alfabética):

  •     Apple: 35
  •     Huawei: 6,8
  •     Nokia: 11,9
  •     RIM: 11,1
  •     Samsung: 43
  •     Sony: 7
  •     ZTE: 4,9

Via ABI Research