apple-espaço-ios8-iphone

A Apple está sendo processada nos Estados Unidos, por conta por conta do reduzido espaço livre para o usuário em seus dispositivos, depois da instalação das últimas atualizações do iOS 8.

De acordo com os responsáveis pela demanda, um iPhone 5s de 16 GB tem o seu espaço disponível reduzido em 18.1%, e um iPod com a mesma capacidade pode perder até 23.1% de espaço livre para o usuário. Ao que parece, o problema é que, nessas circunstâncias, o espaço livre para o usuário é muito menor do que aquele que a Apple anuncia quando vende esses produtos.

Vale lembrar que esse tipo de problema não afeta só os iDevices. Smartphones de outras marcas sofrem do mesmo mal, assim como outros dispositivos (computadores, consoles de videogames, etc), onde os discos rígidos não oferecem toda a capacidade de armazenamento.

Mas o mais curioso é que os promotores do processo entendem que, por trás dessa prática, existe uma estratégia comercial que prejudica os usuários. A Apple divulga uma capacidade de armazenamento que é superior do que aquela que os usuários podem desfrutar, o que pode forçar os mesmos a a contratarem um espaço adicional de armazenamento online – no caso da Apple, o iCloud -, para armazenar o seu conteúdo pessoal de fotos, vídeos e músicas.

De novo, não é só a Apple. Os demais fabricantes de smartphones também são citados no processo, que alega que o espaço disponível real pode ser inferior ao anunciado no produto por conta do software pré-instalado, e outras razões de caráter técnico.

A Apple já foi processada em outras ocasiões pelo mesmo motivo, e até agora, conseguiu se defender com sucesso. Logo, essa demanda pode dar em nada. De qualquer forma, é uma situação curiosa, que merece ser observada mais de perto.

Via 9To5MacSilicon Beat