Não faz muito tempo que publicamos aqui no TargetHD.net um post onde compradores do iPhone 5 reclamavam de um excesso de brilho roxo ao registrar fotos e vídeos com a câmera do novo smartphone. Pois bem, segundo o Gizmodo, que entrou em contato com o suporte AppleCare, o problema é “absolutamente normal”. Agora, você engole essa se você quiser, ok?

Segundo informa uma das especialistas do AppleCare que responde pelo nome Debby, “nossa equipe de engenheiros me passou a informação de recomendar aos usuários que posicionem suas câmeras longe da fonte de luz quando registrar suas fotos. O brilho na cor púrpura nas imagens é considerado algo normal na câmera do iPhone 5”.

Tá, vamos ilustrar melhor o que acontece: você está passeando no parque com sua família, em um belo dia de sol, e quer registrar esse dia para compartilhar com o seus amigos no Facebook, registrando inclusive o sol lindo que está fazendo lá fora. Só que, quando você faz isso, o resultado que a câmera do seu iPhone 5 registra é esse, do vídeo abaixo.

Para você, isso é normal? Mesmo?

O pior é que esse tipo de problema (que, de novo, a Apple afirma que não existe, e que é coisa da sua mente paranoica) apareceu em vários reviews publicados por sites internacionais, inclusive pelo pessoal do CNET, que serve como fonte para esse post. E pior: o problema não só acontece quando a câmera está diretamente posicionada para uma fonte de luz, mas também quando o ambiente está bem iluminado. É só conferir a foto abaixo.

Vale registrar que esse posicionamento não vem de um comunicado oficial da Apple, e sim de uma funcionária do AppleCare. A empresa em si não se posicionou oficialmente sobre o assunto, e quando procurada pelo suporte por e-mail, se nega a comentar sobre o fato. De qualquer forma, vale a pena observar que a funcionária do AppleCare ao menos tem uma posição oficial dos engenheiros da empresa, que mais uma vez, empurra a culpa para o cliente, com algo do tipo “vocês estão fazendo errado”.

Se isso é algo “totalmente normal” no iPhone 5… bom, deixa pra lá, vai…

Via CNET