ipad-mini-2013-01

Depois do novo iPad Air (que foi mesmo a grande surpresa do evento da Apple), o iPad mini de segunda geração (ou iPad mini 2013, já que ele não se chama oficialmente iPad mini 2). O novo modelo traz melhorias significativas, e mesmo com o aumento de preço, o produto se mostra mais completo, poderoso e apto para atender as necessidades dos usuários.

O novo iPad mini (2013) conta agora com um processador A7 com arquitetura de 64 bits, além da muito esperada tela Retina, oferecendo assim uma maior qualidade na exibição de gráficos. Seguindo a regra, o iPad mini 2G recebe todas as melhorias de hardware, mas mantém a sua autonomia de bateria, prometida em até 10 horas de uso (ou “uma autonomia para todo o dia”, tal como a Apple gosta de alardear).

ipad-mini-2013-02

O novo tablet possui uma câmera traseira de 5 megapixels, e uma câmera frontal de 1.2 MP. Aparentemente, não foram realizadas grandes alterações nesses itens. Até porque a ênfase da Apple foi claramente para a nova tela Retina, que possui a mesma resolução da tela presente no novo iPad Air.

Com as novas características de hardware, as dimensões do produto foram afetadas. O novo iPad mini com tela Retina possui agora 75 mm de espessura (contra 72 mm do primeiro iPad mini), e o seu peso é de 331 gramas (contra 308, do modelo anterior). Um detalhe interessante desse novo tablet é que é possível aplicar um zoom de até 3x durante as gravações de vídeo.

O iPad mini (2013) chega aos mercados selecionados (onde o Brasil não se inclui nesse grupo, é óbvio) no mês de novembro, com preço inicial sugerido de US$ 399. Por conta desse lançamento, a primeira versão do iPad mini teve o seu preço reduzido para US$ 299.

ipad-mini-2013-07 ipad-mini-2013-05 ipad-mini-2013-04 ipad-mini-2013-03 ipad-mini-2013-06Via Apple